X
Menu
X

3 fatos que CMOs precisam saber sobre segurança no ciberespaço

Profissionais de marketing precisam ficar mais atentos a essas questões

3 fatos que CMOs precisam saber sobre segurança no ciberespaço

POR STEVE DURBIN, diretor do Information Security Forum
Para o Advertising Age

Com a explosão da era digital, a segurança no ciberespaço está se tornando uma das questões mais importantes para os CMOs. Para ter sucesso, CMOs devem se preparar para um cenário de ameaça, e com a ajuda dos executivos sêniores, precisam desenvolver uma estratégia proativa para proteger a companhia dos perigos à espreita.

A tecnologia digital abriu muitas portas para as empresas, possibilitando maior engajamento de marca e experiências inovadoras para o consumidor. Mas, ao mesmo tempo, também multiplicou pontos de vulnerabilidade para vazamentos de dados e roubo de informações privadas. Com o aumento do uso, integração e interconexão de dispositivos móveis, a segurança torna-se uma questão ainda mais imperativa. Isso é vital para anunciantes que devem incorporar segurança em seus planos de estratégia de marketing e determinar como as novas soluções podem entregar insights valiosos sobre o consumidor.

CMOs são fundamentais para o crescimento digital da maioria das empresas mas, ainda assim, muitos não estão acostumados a trabalhar com CIOs e certamente não têm o hábito de colaborar com o departamento de segurança. Então como o CMO pode melhorar nessas áreas? A resposta é mais comunicação com CEO, CIO e direção.

O segredo para um bom relacionamento entre CMO e direção é a crença compartilhada em um objetivo pela empresa. Se essa sinergia entre direção e CMO não existe, assuntos complexos como segurança e gerenciamento de dados serão desafiadores. Incorporar práticas de segurança eficazes é uma tarefa que compete à empresa inteira, e o gerenciamento é responsável pela comunicação clara, que é uma das prioridades principais. Uma das defesas mais importantes que uma empresa tem contra ameaças na rede é a cultura de segurança sedimentada, semeada entre todos os funcionários e impulsionada com treinamentos regulares, liderança e reforços contínuos.

Em caso de vazamento, CMOs ficarão à frente da crise. As empresas mais desenvolvidas sabem que uma postura de segurança robusta inclui planejamento responsável. CMOs são parte essencial dessa conversa e devem mapear uma estratégia detalhada sobre como marca, consumidor e preocupações sobre o produto serão tratados em caso de falhas. Há muitas lições a serem aprendidas de recentes vazamentos, estragos nas finanças e na reputação serão amplificados ou abafados, dependendo da eficiência da resposta. A exploração de cenários pós-crise ajudarão a convencer CEOs e diretores resistentes sobre a importância do envolvimento do CMO com a segurança e planejamento para incidentes.

1) Manter dados seguros
Invasores estão mais organizados e seus ataques, mais organizados. Ameaças estão mais numerosos e perniciosos, capazes de causar mais danos à reputação e lucro da empresa. CMOs precisam trabalhar com o CEO e a direção para garantir que a organização esteja preparada para lidar com esses desafios e gerenciar o impacto inevitável sobre a imagem da marca e o preço das ações.

2) Lidar com vazamento de dados
Durante a ocorrência de um vazamento de dados, há uma série de tarefas que o CMO deve fazer. Ele deve revisar qualquer comunicação planejada e envolver-se no gerenciamento da marca nas semanas por vir. Deve prover informação sobre como a crise está sendo gerenciada e como a empresa lidou com o assunto. A transparência e a comunicação ética deve estar presente – em vez de usar isso como oportunidade para fazer PR ou tentar enganar as pessoas.

3) Preparação é fundamental
Hoje, os riscos estão mais altos do que nunca, e não estamos só falando sobre informações pessoas e roubos de identidade. Segredos corporativos, infraestrutura e imagem da marca estão constantemente sob ataques. Organizações devem estar conscientes dessas tendências que emergiram, assim como precisam estar preparadas para as mudanças futuras.

O momento é certo para CMOs trabalharem com a direção e o CEO para assegurar que as empresas estejam engajadas com esses desafios. Ao fazê-lo, esses profissionais estarão aumentando seu nível de engajamento na empresa e estreitando laços com o board – dois dos principais objetivos de muitos CMOs ambiciosos.

Nplan Marketing

 

You Might Also Liked

Como o varejo está se adaptando ao mundo digital durante a crise Descubra como consolidar a cultura de dados no seu negócio com essas 4 táticas Estratégia Kernel: aprenda como fazer marketing e conteúdos que realmente geram resultados Confira as 8 dicas essenciais para gestão de e-commerces em 2020 Retenção de clientes em momentos de crise: 6 ações para colocar em prática agora mesmo Como as empresas estão usando o Ion para gerir os constantes updates durante a Covid-19 O que é Marketing Analytics? Entenda tudo sobre a aplicação de dados em estratégias de marketing Prova social: o que é e como ela pode ajudar sua empresa a vender mais