X
Menu
X

6 lições sobre Marketing e Storytelling para as marcas

6 lições sobre Marketing e Storytelling para as marcas

Via Sprinklr

ar para frente. Olhe para cima. O céu é o limite mesmo quando você está restrito a um pequeno pedaço de terra.

Conheça sua audiência.

A história que eu conto num palco de um bom teatro não é a mesma que eu contaria num barzinho. Certamente não a contaria da mesma maneira ou destacaria as mesmas partes. O ritmo pode mudar, meu tom de voz pode mudar.

Os profissionais de marketing omnichannel precisam atingir as audiências onde elas estão, do seu jeito preferido. O post do Facebook será diferente da de um anúncio em banner ou um outdoor.

Se eu falasse com minha audiência que lê revistas como se estivesse navegando no feed do Twitter, a comunicação provavelmente seria falha. Para começar, os consumidores se preocupam com as mensagens de marketing, então é crucial apresentar sua história da maneira mais inteligente possível.

Conheça a si mesmo.

Quando eu abordo minha narrativa, tento estar ciente dos tipos de histórias que estou contando, como me saio em diferentes tipos de locais e situações e se ficarei confortável ou não improvisando dependendo de como a audiência me responde.

A verdade é que você pode não saber o que vai funcionar até entrar em ação. Às vezes, uma frase que você achou que seria engraçada, não causa nenhum impacto ou aquela que você improvisou faz todo mundo cair na gargalhada.

Em uma campanha de marketing, quando algo não funciona, é preciso rapidamente fazer a mudança necessária. E se algo fizer muito mais sucesso do que você antecipou, então é hora de mudar sua abordagem e seguir a intuição.

Toque as pessoas.

Sempre que me levanto para contar uma história, a plateia está cheia de seres-humanos. Não há monstros, supervilões ou zumbis. As pessoas querem sentir alguma coisa, não apenas ouvir algo. Elas querem se conectar comigo e ouvir algo único ao mesmo tempo. Algumas provavelmente tiveram um dia ruim. Outras não gostarão da minha história. Você sabe, coisa de gente!

Eu adoro a narrativa como uma performance, mas como sou um ser-humano, não vou acertar o tempo todo. Sempre tenho algo a aprender. Uma frase pode ser distorcida ou polida, mas eventualmente as palavras precisam sair da minha boca e entrar nos corações e mentes daqueles que estão ouvindo.

Nesse ponto, não se trata mais da minha história. Ela pertence a todos nós.

Para você, leitor dessas palavras, eu não conheço seu negócio ou o que seus clientes precisam, mas posso quase garantir que eles também são seres-humanos. Diga algo que valha a pena ouvir, algo com sentimento.

Não será sempre perfeito, mas é para isso que servem os testes, certo? Conte sua história, meça seus resultados, seja honesto sobre o que funcionou e o que não funcionou. Se perdoe quando errar e depois pegue uma nova folha de papel, documento do Word ou apresentação do PowerPoint e comece novamente. Era uma vez… Qualquer coisa pode acontecer depois disso.

Nplan Marketing

 

You Might Also Liked

Dia dos Namorados Mulheres ocupam 45% dos cargos em marketing nos EUA A importância de unir marketing e tecnologia no planejamento de 2018 Marketing de Stranger Things Entendendo o atual (e complicado) cenário do marketing As 7 tendências que estão mudando as mídias sociais em 2017 4 tendências de mídia paga para ficar de olho em 2017 Conheça o Marketing h2h (Human to Human)
Deixe uma resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *