X
Menu
X

Facebook começa a determinar relevância dos anúncios

Facebook começa a determinar relevância dos anúncios

Nova ferramenta pode contribuir para a diminuição do preço da publicidade veiculada na rede social

A partir dessa semana, as marcas saberão se os anúncios veiculados no Facebook são relevantes ou não. A empresa lançou uma ferramenta de monitoramento que exibe uma espécie de placar de relevância que vai de 1 a 10.

A plataforma determina a relevância do anúncio ao mensurar feedbacks positivos e negativos do público-alvo. Mensurações positivas incluem visualizações de vídeo, compartilhamentos e cliques. Já as mensurações negativas consideram o número de vezes que as pessoas clicam para esconder ou reportar um anúncio como spam. A empresa avaliará os anúncios depois que forem exibido 500 vezes e, a partir daí, atualizará os resultados de acordo com as visualizações posteriores.

Essa parece ser mais uma tentativa do Facebook de barrar o excesso de conteúdo no news feed dos usuários. No ano passado, a companhia reforçou o modelo ‘pay-to-play’ para dar espaço aos posts de amigos e familiares.

Porém, nos últimos dois anos, o preço médio de um anúncio na rede social aumentou de forma significativa, enquanto o número de anúncios caiu. No quarto trimestre de 2014, o valor do anúncio aumentou 335%, e o número de anúncios veiculados sofreu uma baixa de 65%.

Entre outras razões, esse tipo de avaliação é importante porque pode afetar o preço do anúncio. Ao estabelecer quais anúncios serão exibidos ao público, o sistema de entrega do Facebook considera fatores como quanto dinheiro o anunciante está disposto a investir para veicular a publicidade. Uma nota alta poderia ser o divisor de águas entre duas marcas que desejam pagar preços similares para atingir a mesma audiência.

Com informações do Ad Age

Nplan Marketing

 

You Might Also Liked

Always estreia manifesto sobre sororidade Facebook inaugura compartilhamento direto de posts para o WhatsApp Como a Inteligência Artificial está personalizando os anúncios e modificando a publicidade Publicidade em Portugal: fértil, enxuta e sem autopromoção As 10 maiores audiências da internet brasileira, segundo a comScore Instagram pode criar recurso para facilitar gerenciamento de perfis Zuckerberg diz que união de WhatsApp, Messenger e Instagram trará mais segurança Consumidor deseja mais investimento em questões sociais
Deixe uma resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *