X
Menu
X

YouTube muda regras de tradução por contribuição em resposta a trolls

YouTube muda regras de tradução por contribuição em resposta a trolls

Já não é segredo para ninguém que o YouTube tem se concentrado incansavelmente em conteúdos mais educativos e informativos, afastando cada vez mais os vídeos violentos e ofensivos da plataforma. No entanto, nos últimos dias, o novo foco da rede social tem sido a política de tradução. De acordo com as novas regras, as traduções feitas como colaboração não serão publicadas no YouTube até que o proprietário do canal as tenha aprovado manualmente.

Isso acontece porque internet é internet, e os trolls de plantão começaram a fazer traduções errôneas de propósito, com direito a piadas ofensivas relacionadas até mesmo a assuntos como o assédio. Além disso, o espaço das traduções começou a ser utilizado para promover canais de terceiros. Em princípio, a ideia era que a comunidade se ajudasse, traduzindo vídeos para seu idioma nativo em conjunto. Assim, no sistema antigo, os criadores de conteúdo podiam revisar as contribuições individuais e tinham a opção de desativar as contribuições para vídeos específicos, mas a maioria acabou simplesmente deixando a opção de contribuição ativada e permitindo as traduções lá, sem nenhuma revisão.

YouTube tem se concentrado em tornar o conteúdo menos ofensivo possível, e agora isso também se aplica às traduções

A novidade foi trazida à tona por meio da conta oficial da equipe do YouTube lá no Twitter. “Agradecemos sua paciência. Com base nos comentários que ouvimos, estamos introduzindo algumas alterações nas Contribuições da comunidade. No futuro, os criadores que ativaram esse recurso precisarão revisar manualmente suas Contribuições da comunidade e verificar se há spam antes da publicação”.

A empresa ainda completou: “Atualização rápida – a equipe que trabalha com traduções sabe que esse é um problema e está trabalhando em uma correção. Enquanto isso, você pode desativar as Legendas da comunidade e remover traduções que já foram publicadas”.

Fonte: The Verge, Canal tech

Share

Nplan Marketing

 

Deixe uma resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *